Noticias

Publicado en: 29, marzo 2016

Bairrada volta a receber evento de celebração do Dia do Escanção

A Associação dos Escanções de Portugal (AEP) foi fundada a 24 de Março de 1972. Desde então, instituiu-se que em Portugal este seria o Dia do Escanção. Depois de em 2014 a AEP ter celebrado a efeméride em Coimbra, este ano volta a eleger a região da Bairrada para as comemorações.

Um grupo de 30 a 40  vai reunir-se para partilhar e adquirir novos conhecimentos o evento está marcado para os dias 20 e 21 e vai ter lugar no concelho de Anadia.Tal como em anos anteriores, a Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) disponibilizou-se desde a primeira hora para apoiar este que é um momento de extrema importância para a Associação e, acima de tudo, para a profissão de Escanção.

Trazer opinion leaders , jornalistas, escanções e representantes do comércio à região tem vindo a ser uma das grandes apostas da CVB, sempre complementada com o levar os vinhos (e sabores) da Bairrada até ao consumidor, o que fazemos através da presença em feiras e eventos, organização de acções de formação, entre outras actividades de relações públicas, afirma Pedro Soares, presidente da entidade.

Para Marco Alexandre, membro da AEP, a escolha da Bairrada prende-se com o facto de ser uma região histórica no mundo vitivinícola, com características muito singulares em torno do seu terroir para a produção de vinhos tranquilos e espumantes. Numa fase de ascendência global, em que a qualidade dos seus vinhos é indiscutível, decidimos mostrar in loco ao mundo dos escanções e associados da AEP o valor acrescentado da Bairrada no panorama vínico nacional.

 Os trabalhos começam com uma visita e prova surpresa nas Caves do Solar de São Domingos, onde será servido o jantar. Na segunda-feira, dia 21, a alvorada é para uma reunião de trabalho entre os escanções. O local eleito é o Museu do Vinho Bairrada, onde se seguirá uma prova inaugurada pelo Presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada e orientada por Osvaldo Amado, enólogo convidado pela sua vasta experiência a produzir vinhos e espumantes na região e envolvimento em projectos tão diferentes como a Adega de Cantanhede, a Quinta do Encontro, a Quinta do Ortigão e a Quinta dos Abibes. O destino seguinte são as Caves São João, onde o grupo vai começar por almoçar ao sabor dos néctares do produtor anfitrião. Sendo a Baga a casta rainha da região, a sua presença é incontornável. Sob o tema Bagas da Bairrada com Idade, o enólogo José Carvalheira vai seduzir os presentes, fazendo desfilar um rol de preciosidades antigas.

< atrás