Notícias

Publicado em: 30, Agosto 2020

Concurso único em Portugal pretende promover os vinhos associados ao seu território

Municípios juntam-se aos vitivinicultores para, em conjunto, atuarem como promotores dos vinhos dos seus territórios. Primeiro edição do concurso irá decorrer em Lagoa, de 26 a 29 de novembro.

O Concurso Cidades do Vinho é uma organização conjunta da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e da Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal (ARVP) e a primeira edição irá decorrer no Algarve, em Lagoa, no Convento São José, de 26 a 29 de novembro deste ano. 

O concurso pressupõe a inscrição conjunta de municípios e produtores, uma vez que está integrado no International Wine City Challenge, Concurso Enológico Cidades do Vinho que há 18 anos é promovido pela associação italiana Città del Vino e cuja particularidade da inscrição conjunta de municípios e produtores o torna único a nível mundial. 

"O vinho é indissociável do seu território de origem e é precisamente o resultado das particularidades de cada terroir. Nós temos uma diversidade enorme de vinhos e, a pensar também num consumo cada vez mais responsável, temos de valorizar esta autenticidade dos vinhos portugueses e esta diferenciação associada a cada região. Por isso faz tanto sentido este concurso, que junta municípios e produtores e reforça ainda mais este trabalho conjunto de afirmação da qualidade dos nossos vinhos e dos vinhos de cada território. É isso que torna este concurso tão especial", explica José Arruda, secretário-geral da AMPV.  

Os vinhos inscritos no Concurso Nacional irão estar também presentes em 2021 no Concurso Internacional em Itália, que se realiza de 21 a 23 de maio, em Castelvetro di Modena.

José Arruda acrescenta que "a nossa representatividade no concurso italiano foi crescendo ao longo dos anos e, a seguir a Itália, somos o país com maior número de vinhos participantes e com mais medalhas. Olhando para este envolvimento dos municípios e produtores portugueses, faz todo o sentido realizarmos este concurso em Portugal, e mostrarmos cá dentro a excelente qualidade e diversidade dos nossos vinhos".

Três grandes personalidades associam-se ao concurso 

O júri do concurso vai ser presidido por António Ventura, que já foi presidente da direção da Associação Portuguesa de Enologia e Viticultura (APEV) e que atualmente assume o cargo de presidente da Mesa da Assembleia Geral desta entidade. 

O presidente da Comissão de Honra é Vasco D' Avillez, que conta com mais de 40 anos dedicados ao setor do vinho e da sua preenchida carreira destacam-se os cargos de presidente da Viniportugal e presidente da CVR de Lisboa.

O presidente da Comissão Científica é António Sérgio Curvelo Garcia, especialista em Química Enológica, investigador, foi diretor da Estação Vitivinícola Nacional e presidente do Conselho Científico do INIA / Instituto Nacional de Recursos Biológicos. 

Prova de vinhos do Algarve e visitas a quintas e adegas 

Considerando que a região escolhida para a realização da 1.ª edição do Concurso Nacional é o Algarve, no dia 26 de novembro irá decorrer uma prova de vinhos desta região e nos dois dias seguintes (27 e 28 de novembro) serão realizadas visitas a quintas e adegas de produtores algarvios.

No dia 28 irá decorrer o jantar de encerramento, no qual serão entregues diplomas ao júri do concurso e também aos participantes da iniciativa Provas 6/6, conjunto de provas de vinho online que a AMPV realizou durante quatro meses, coordenadas pelo jornalista Amílcar Malhó.

< voltar