Notícias

Publicado em: 20, Julho 2020

Recuperar a ‘Gastronomia Património Cultural’

Vinte anos depois, a data, quase esquecida e a sua importância vão ser recordadas pela AMPV e ARVP, de 24 a 26 de julho

A Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e a Associação das Rotas do Vinho de Portugal (ARVP) vão assinalar os 20 anos da data em que a gastronomia portuguesa foi elevada a bem imaterial do património cultural de Portugal, por Resolução do Conselho de Ministro nº 96/2000, publicado no DR nº 171/2000, Série I-B de 26 de Julho de 2000.

‘Gastronomia e Vinho’ constituem já um dos mais importantes produtos da nossa oferta turística e a harmonização entre os dois uma das ‘experiências’ mais apaixonantes do enoturismo. Estas são as razões que levam a AMPV e a ARVP, perante o quase esquecimento da data e da sua importância, a promoverem, com os municípios e Rotas de Vinho suas associadas, um conjunto de atividades que irão decorrer em todo o País, entre 24 e 26 de julho de 2020, como forma de assinalar os 20 anos da elevação da Gastronomia a Património Cultural de Portugal.

Recorde-se que a decisão do XIV Governo Constitucional, chefiado pelo atual Secretário-Geral da ONU, António Guterres, foi entusiasticamente saudada nos primeiros anos mas, ao longo do tempo, inexplicavelmente foi sendo ignorada.

Da programação que está em fase de acerto de pormenores, pode adiantar-se já:

A 24 de julho uma videoconferência com o tema ‘20 Anos de ‘Gastronomia Património Cultural de Portugal – O Produtos Gastronomia/Vinho’, com a participação de um membro do governo em 2000, um membro da Comissão Nacional de Gastronomia então criada e um membro do atual governo.

Para um painel que igualmente deverá intervir foram convidados os responsáveis pelas cinco Entidades Regionais de Turismo do continente e das Secretarias de Turismo da Madeira e dos Açores, da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, Federação das Confrarias Báquicas de Portugal, Conselho Europeu de Confrarias, Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, Associação QUALIFICA /oriGIn Portugal, AHRESP, Cidade do Vinho 2010/2021 e Festival Nacional de Gastronomia de Santarém, que este ano comemora 40 anos de existência.

Nesta sessão a AMPV fará a apresentação do livro digital ‘Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal’.
No dia 25 de julho será o lançamento (em formato digital) de um conjunto de propostas de harmonização Gastronomia/Vinho apresentadas por municípios que integram a Associação de Municípios Portugueses do Vinho.
Os municípios deverão aproveitar a efeméride para ‘homenagear’ figuras que tenham contribuído para a notoriedade, promoção e valorização da gastronomia local/regional.

A 26 de julho, dia do 20º Aniversário da ‘Gastronomia Património Cultural de Portugal’, com transmissão digital, promover-se-á uma mostra gastronómica/vínica na Casa do Campino em Santarém, em colaboração com o Festival Nacional de Gastronomia de Santarém, durante a qual será prestada homenagem aos integrantes da Comissão Nacional de Gastronomia e Grupo de Trabalho, criados há 20 anos.
Nesta ‘emissão’ digital serão assinaladas, com ligações em direto, as várias e diversificadas iniciativas que neste fim-de-semana são promovidas pelos municípios.

< voltar