Rotas

Bucelas, Carcavelos e Colares

CÂMARA MUNICIPAL DE CASCAIS
Praça 5 de Outubro
2754-501 Cascais
Tel. (+ 351) 214 825 000
e-mail: atendimento.municipal@cm-cascais.pt
www.cm-cascais.pt


CÂMARA MUNICIPAL DE LOURES
EN8. Parque da Cidade
2674-501 Loures
Tel. (+ 351) 211 151 509
e-mail: turismo@cm-loures.pt
www.cm-loures.pt


CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS
Largo Marquês de Pombal
2784-501 Oeiras
Tel. (+ 351) 214 408 300 / 781
e-mail: turismo.oeiras@cm-oeiras.pt
www.cm-oeiras.pt
www.villaoeiras.com


CÂMARA MUNICIPAL DE SINTRA
R. Roseiral 20
S. Pedro de Penaferrim
2710-501 Sintra
Tel. (+ 351) 219 236 114 / 136
e-mail: dtur@cm-sintra.pt
www.cm-sintra.pt
www.sintraromantica.net

TERRITÓRIO

Bem perto de Lisboa, a tradição do cultivo da vinha resiste à expansão das áreas urbanas. Bucelas, Carcavelos e Colares são regiões que se distinguem pelos seus vinhos únicos e históricos. Mais longe da costa atlântica, as vinhas cultivadas em Bucelas beneficiam de um microclima específico e um terroir excecional. Há séculos que o seu vinho arinto é uma referência. As regiões de Colares e Carcavelos estão mais próximas do mar. Colares, região costeira reclinada sobre duas colinas da Serra de Sintra, produz célebres tintos envelhecidos em madeira. Carcavelos dá vida ao ambivalente vinho generoso, tão apreciado como aperitivo ou como digestivo.


VINHOS

Conhecido por Shakespeare pelo nome de “Charneco”, o vinho arinto de Bucelas tornou-se famoso na corte inglesa, pela mão do general Wellington, sendo aí conhecido por “lisbon hock”. Nestes brancos complexos, de cor citrina e sabor e aroma frutado, sobressaem a acidez e a mineralidade. De características únicas no mundo, conferidas pelas suas vinhas em chão de areia com plantas não enxertadas, o famoso Vinho de Colares, de sabor aveludado e baixo teor alcoólico, é uma verdadeira relíquia para os seus apreciadores. Precisa de, pelo menos, 18 meses para atingir o ponto certo para ser consumido. Outra preciosidade é o generoso de Carcavelos. Um vinho fortificado, com uma agradável doçura e um notável sabor. Tem uma história intimamente ligada à do país, às suas exportações e ao Marquês de Pombal, 1.º Conde de Oeiras.


EXPERIÊNCIAS

Passear pelas vinhas, entrar nas caves e adegas e saborear os vinhos, na companhia dos produtos regionais, é uma excelente forma de conhecer esta região vitivinícola. Entre o património natural e edificado encontramos muitos outros tesouros. A vila romântica de Sintra, Património Mundial da Humanidade, o Cabo da Roca ou toda a zona costeira entre Lisboa e Azenhas do Mar são pontos de passagem obrigatória numa visita a esta região e que oferecem uma tranquilidade retemperadora que alimenta o desejo de continuar a descobrir este território.